Tendencias

As profissões digitais mais procuradas em 2022

A implementação de novas tecnologias está a mudar o perfil do recrutamento. Inteligência artificial, robótica, gestão de clientes e cibersegurança são exemplos de áreas em crescimento. Descubra as profissões digitais com mais oportunidades de emprego. 

Quais serão as profissões mais procuradas em 2022 na área digital? A pandemia acelerou exponencialmente a implementação de novas tecnologias nas empresas. Para facilitar uma abordagem on-line massiva a todos os tipos de público, as empresas vão adotar novas ferramentas e tecnologias que também as ajudarão a automatizar certos processos e a otimizar os seus fluxos de trabalho. É aqui que começa a adoção e utilização do Big Data, Inteligência Artificial, automatização de processos, etc. Uma revolução que requer a contratação de profissionais digitais especializados.

Neste cenário, prevê-se uma procura crescente de profissionais digitais para o ano de 2022 (e seguintes). O World Economic Forum destaca no seu estudo “The Future of Jobs” que a procura de empregos relacionados com a área tecnológica crescerá entre 16 e 27% no próximo ano. Mas quais são exatamente as profissões mais procuradas?

 

Ranking das profissões digitais mais procuradas em 2022

O relatório “Empregos Emergentes” elaborado pelo LinkedIn ordenou as especialidades com maior procura na área tecnológica, sendo este o ranking das principais:

  1. Especialista em Inteligência Artificial
  2. Programadores de Salesforce
  3. Customer Success
  4. Engenheiro de robótica
  5. Especialista em Cibersegurança

Inteligência Artificial está a desenvolver-se a passos largos e oferece uma série de aplicações interessantes para a indústria e para as empresas em geral. É por isso que estes especialistas serão os mais requisitados em 2022.

Em segundo lugar, estão os programadores de Salesforce. Este software de gestão permite às empresas obter informações relevantes sobre os seus Clientes, o que facilita a obtenção de mais vendas, conhecimento das novas tendências e exigências, encomendas médias, problemas de atendimento ao Cliente, business intelligence, pontos fortes e fracos de um serviço ou produto. A informação que pode ser obtida e interpretada para tomar decisões é realmente importante. É por isso que a sua adoção se está a difundir, o que exige profissionais capazes de adaptar este CRM (software de gestão de clientes) às necessidades específicas de cada organização.

O terceiro lugar deste ranking é o Customer Success, um trabalho que tenta evitar as queixas e reclamações dos Clientes quando estes utilizam um produto ou serviço da empresa. O seu papel é estabelecer uma estratégia capaz de antecipar estes problemas, na procura do “sucesso do cliente” (que seria a tradução literal desta profissão).

Em quarto lugar entre os trabalhos digitais mais procurados está o engenheiro de robótica. A robótica tem aplicações em todos os tipos de indústrias e setores. Os engenheiros de robótica são responsáveis pela conceção e criação das soluções mais adequadas para que as máquinas possam realizar qualquer tipo de processo dentro das empresas.

Em quinto lugar, teríamos o especialista em cibersegurança. O enorme boom das aplicações tecnológicas requer um elevado nível de conectividade e interação entre dispositivos, que podem ser pirateados. Imagine uma fábrica onde muitos processos e decisões são automatizados, com base em certos parâmetros. O que aconteceria se estes parâmetros fossem manipulados externamente e fornecessem resultados irrealistas? E se o software, robots ou qualquer outra tecnologia começasse a tomar decisões com base nestes dados manipulados e irrealistas? A linha de produção de uma grande empresa pode ir por água abaixo se os seus sistemas forem pirateados, interrompidos ou manipulados. Daí a importância da ciberproteção. Já para não falar dos tradicionais problemas relacionados com o malware, ramsonware, phishing, etc. E do aumento do teletrabalho que gera vulnerabilidades na utilização inadequada de tecnologias quando os colaboradores utilizam equipamentos não-profissionais, com padrões de utilização inseguros.

Fala-se constantemente de como as tecnologias avançadas estão a deslocar certos empregos. Contudo, vale a pena lembrar que estas tecnologias, aplicações e serviços não se desenvolvem por si sós. Por trás deles há pessoas que são responsáveis pela programação, pelo estabelecimento de estratégias digitais ou pela proteção destas tecnologias. São estas ações que irão determinar as profissões mais procuradas na área digital em 2022.


Asavin Wattanajantra

Especialista da Sage em pequenas e médias empresas

Artigo publicado originalmente em Blog Sage Advice