Parceiros

Roninformatis: “Estamos no caminho certo ao apostar nesta Parceria com a Sage” 

A Roninformatis é uma consultora informática nascida em 2003 com sede em Braga. Para Rogério Abreu, o fundador e sócio-gerente, a Parceria com a Sage trouxe mais-valias muito importantes ao longo dos anos. “Com a Sage, registámos um aumento do número de Clientes que procuram uma solução robusta e fiável para gerir os seus negócios”, resume.

A Roninformatis surgiu em 2003, quando o seu fundador e sócio-gerente, Rogério Abreu, decidiu deixar a operadora de telecomunicações móveis em que trabalhava, em Lisboa, e voltar a viver em Braga.  Com formação em Engenharia de Sistemas e Informática e já alguns anos de experiência na área da consultoria, decidiu que estava na hora de arriscar e criar uma empresa onde pudesse ajudar os Clientes na sua evolução na área das tecnologias de informação. “Desenvolver software que se adaptasse às necessidades dos Clientes, sem os obrigar a terem que adaptar-se ao software – foi a visão que defini para a empresa, em 2003. Hoje, posso dizer que foi a visão mais acertada que podia ter para o futuro”, explica.

A empresa iniciou a sua atividade com a área da consultoria tecnológica, onde desenvolvia soluções informáticas e precisava de um ERP para a sua própria gestão. “Depois de analisarmos as várias soluções do mercado, escolhemos a linha Sage50 pois era a mais apelativa e tecnicamente mais evoluída”, recorda Rogério Abreu. “Depois, passámos a ter Clientes que queriam ter um ERP que fosse mais do que um simples sistema de faturação, pelo que nos candidatámos a Parceiros Sage. Desde aí, sempre comercializamos as soluções Sage, em alguns casos, integrando-as com soluções desenvolvidas por nós.”

 

Nenhum dos nossos Clientes migrou de uma solução Sage para outra qualquer do mercado”

 Hoje, a empresa trabalha essencialmente o Sage 50cloud e o Sage for Accountants (este, para os Clientes que têm a contabilidade por atividade principal). “Quanto ao Sage 50cloud”, explica o sócio-gerente da Roninformatis, “temos Clientes de vários tipos, de norte a sul do país, mas a maioria está ligada à área da indústria e comércio ao retalho – neste último caso, trata-se de uma solução que se aplica muito bem, pois é intuitiva, de fácil aprendizagem e bastante completa para a gestão dos pequenos negócios. Para além disso, temos soluções de mobilidade que integram com o Sage 50cloud, desde CRM até à gestão de trabalhos externos.”

Já na área da indústria, a Roninformatis complementa a solução Sage com sistemas de gestão de produção e shopfloor, que permite aos gestores e aos responsáveis pela produção a consulta em tempo real do processo produtivo, para que possam acompanhar e planear melhor essa área da empresa.  “Além destas soluções”, explica Rogério Abreu, “também já fizemos a gestão de um grande projeto de migração do ERP do Cliente para a solução Sage X3, que implementámos em colaboração com outro Parceiro. Foi um projeto que nos deu uma visão ainda mais abrangente das soluções Sage e nos deu a certeza de que estamos no caminho certo ao apostar nesta parceria.”

Para a Roninformatis, a Parceria com a Sage trouxe mais-valias muito importantes ao longo dos anos, tendo contribuído para aumentar a carteira de clientes. “Passámos a desenvolver soluções que se integram a 100% com o produto Sage, o que fez com que os nossos Clientes ficassem muito satisfeitos”, diz Rogério Abreu. “Podemos dizer que até hoje nenhum dos nossos Clientes migrou de uma solução Sage para outra qualquer do mercado! Passámos a poder cobrir várias áreas de negócio distintas, aumentando o nosso leque de serviços prestados e, por conseguinte, também registámos um aumento do número de Clientes que procuram uma solução robusta e fiável para gerir os seus negócios.”

 

“Com as mentes focadas nas soluções, não nos problemas”

A situação de pandemia não deixou de afetar a atividade da Roninformatis. “Passámos pela pandemia com alguns, embora pequenos, percalços, nomeadamente nas atividades em que tínhamos que ter contacto com o Cliente. Conseguimos resolver o problema através da utilização dos meios digitais e aproveitámos para passar a oferecer aos nossos clientes as tecnologias e soluções que já adotávamos – o que levou a que muitos Clientes avaliassem os seus processos de negócio, dessa forma resultando numa mais-valia para eles, por evoluírem, e para nós, porque aumentámos o nosso volume de negócios”, recorda. 

Algumas das políticas que a empresa adotou na fase mais crítica do confinamento continuam a ser implementadas até hoje, nomeadamente o teletrabalho em algumas áreas, como modelo opcional, o que também fez com que os seus funcionários tivessem uma flexibilidade maior na execução das tarefas diárias. “Conseguimos passar pela pior época da pandemia com resiliência e, acima de tudo, aprendendo – com as nossas mentes focadas não nos problemas, mas nas soluções.”

 

“O software tem que se adaptar ao Cliente e não contrário”

 Quanto ao futuro, Rogério Abreu lembra o lema que presidiu à criação da sua empresa – e conta também com a Sage. “Há oportunidades de negócio que ainda terão que ser exploradas (os verticais darão um impulso grande, não só para a concretização de novos negócios, mas também para o surgimento de novos e diferentes tipos de negócios) mas, a meu ver, a nossa máxima de que o software tem que se adaptar ao Cliente e não contrário, nunca foi tão válida!”

“Desde que iniciámos a empresa e adotámos esta visão, conseguimos sempre abrir novos caminhos e aprender a diversificar e trazer mais-valias aos nossos Clientes. O futuro será cada vez mais focado nas pessoas e nas suas preferências: o software tem que acompanhar essa tendência e, mesmo as tarefas corriqueiras, terão que ser reestruturadas a adaptadas à forma como o Cliente gosta de as fazer, sem prejuízo da eficácia do software ou da própria tarefa em si”, defende.

Para Rogério Abreu, no futuro “o mercado será cada vez mais focado na personalização e nos gostos dos Clientes. Também vemos que o virtual é uma nova ferramenta para a realização de negócios, pois mais uma vez, o Cliente pode executar as suas tarefas de uma forma completamente distinta da que está habituado a fazer, atingindo o mesmo resultado, trabalhando assim mais eficazmente e da forma que lhe dá mais prazer realizar.”

 

Saiba mais sobre a Roninformatis aqui