Notícias

A Sage apresenta os resultados do último ano fiscal

No FY21 (terminado em setembro de 2021), a Sage apresentou um excelente desempenho graças ao crescimento sustentado das soluções cloud. Para o novo fiscal, a empresa prevê que o crescimento do seu volume de negócios se mantenha ao redor de 8 a 9 por cento. 

A grande novidade do último ano fiscal é que a receita orgânica recorrente cresceu 5%, uma taxa acima das expectativas iniciais da Sage, fortemente impulsionada por um aumento de 19% na receita na Sage Business Cloud para £ 997 milhões. O reverso da medalha é que devido a esse investimento estratégico nas soluções cloud, a Sage apresentou um declínio de 10% no lucro operacional orgânico; a margem operacional diminuiu para 19,3% e os lucros antes dos impostos caíram de £ 373 milhões para £ 347 milhões.

Para o próximo ano fiscal a Sage prevê um crescimento na receita orgânica recorrente de 8% a 9%, esperando-se que a margem operacional orgânica tenda a subir no FY22. “Tendo reformulado e investido significativamente no grupo nos últimos três anos, agora estamos focados no crescimento do negócio em termos absolutos, tanto organicamente quanto por meio de aquisições”, comenta o presidente-executivo Steve Hare. 

 

Comentários sobre os resultados do CEO Steve Hare

“A Sage apresentou um excelente desempenho no FY21. Registámos um crescimento da receita recorrente acima das expectativas e encerramos o ano em alta, graças ao nosso investimento estratégico em vendas, marketing e inovação. As soluções cloud tiveram um desempenho particularmente positivo à medida que cada vez mais novos clientes escolhem a Sage para gerir a sua contabilidade, recursos humanos, faturação e pagamentos. Gostaria de agradecer aos nossos colegas e Parceiros, cujo trabalho árduo e sentido de compromisso permitiram alcançar mais um ano de sucesso.

“Tendo reformulado e investido significativamente no Grupo nos últimos três anos, agora estamos focados no crescimento do negócio em termos absolutos, tanto organicamente como através de aquisições. As pequenas e médias empresas que impulsionam a economia global estão a adotar soluções digitais a um ritmo mais rápido do que nunca e a Sage está cada vez melhor posicionada para apoiá-las, graças à nossa tecnologia confiável e à nossa abordagem humana. Estou certo que com esta estratégia renovada a Sage vai continuar a crescer de modo sustentável e a manter uma trajetória de sucesso agora e no longo prazo”.

 

Destaques Financeiros

– A receita orgânica recorrente aumentou 5% para £ 1.637 milhões, sustentada pelo crescimento do Sage Business Cloud de 19% para £ 997 milhões. A receita orgânica total cresceu 3% para £ 1.778 milhões.

– O lucro operacional orgânico de £ 343 milhões representa uma margem de 19,3% (FY20: 22,0%). 

– O lucro operacional foi reduzido para 373 milhões de libras (FY20: 404 milhões de libras), 

– Converting cash de 126% (FY20: 123%) refletindo o crescimento contínuo das receitas do modelo de subscrição.

– Balanço robusto, com £ 1,2 mil milhões em caixa e liquidez disponível e dívida líquida para EBITDA de 0,6x.

– O dividendo final aumentou 2,7% para 1 1,63p, em linha com a política de dividendos delineada, levando o dividendo anual para 17,68p.

 

Destaques estratégicos e operacionais

– A receita recorrente anualizada (ARR) aumentou 8% para £ 1.680 milhões (FY20: £ 1.560 milhões), graças ao crescimento registado na segunda metade do ano em todas as regiões.

– O ARR cloud native aumentou 44% para £ 347 milhões (FY20: £ 240 milhões).

– Mais £ 140 milhões de ARR através da aquisição de novos clientes (incluindo reativações), acima dos £ 90 milhões no FY20.

– A renovação está em linha com o FY20 e reflete um forte desempenho em add-ons de Clientes no segundo semestre, juntamente com um foco contínuo na retenção de Clientes.

– A penetração da Sage Business Cloud aumentou para 67% (FY20: 60%), permitindo que mais Clientes se conectem aos serviços cloud e à rede digital do ecossistema da Sage.

– Crescimento acelerado em soluções para médias empresas, especialmente na América do Norte e globalmente.

– Crescimento acelerado de soluções cloud para pequenas empresas no norte da Europa.

– O portfólio cloud continua com bom desempenho em todo o mundo

– Concluída a alienação de negócios na Polónia, Ásia e Austrália e acordo para a alienação dos negócios da Sage na Suíça, aumentando o foco nas principais geografias.

 

Outlook

Esperamos alcançar um crescimento de receita recorrente orgânica entre 8% a 9% no FY22, impulsionado pelo crescimento da Sage Business Cloud e, em particular, das receitas de soluções cloud nativas. Esperamos que a margem operacional orgânica tenda a aumentar no FY22, já que a partir de agora vamos estar mais concentrados na expansão do Grupo.

 

Leia o documento na íntegra aqui