Opinião

“A cloud é o presente e o futuro”

Hugo Oliveira é Sales Director da Sage Portugal e fala sobre a solução Sage X3 e de que forma é que esta tem apoiado a gestão financeira das empresas, da aposta em SaaS e do estado atual da cloud


Em que consiste a oferta do Sage X3?

O Sage X3 é uma solução de gestão empresarial de próxima geração que ajuda as empresas a crescer mais rápido, com uma gestão e organização eficientes. Proporciona gestão financeira, da cadeia de distribuição e da produção mais rápidas, intuitivas e adaptáveis e permite reduzir os custos e a complexidade dos sistemas ERP tradicionais. Em Portugal o X3 está a apoiar a gestão de mais de 500 empresas de todas as indústrias, a grande maioria delas instalada em ambiente cloud.

 

Quais os principais benefícios desta solução?

O X3 demonstra o nosso empenho em conseguir soluções cloud líderes, que apoiam a digitalização das empresas e as capacitam para o trabalho remoto, controlando todo o negócio a partir de uma interface única e muito fácil de utilizar. É a solução mais conveniente existente no mercado nacional, no segmento Mid Market, em termos de relação preço / qualidade, robustez e tecnologia. Algumas soluções locais não atingem os níveis de qualidade do X3 e outras, globais, não foram pensadas para o tecido empresarial português – que tem o mesmo dinamismo e complexidade do que noutros países, mas não comporta uma estrutura de custos para os manter.


Como é que o Sage X3 tem apoiado a gestão financeira das empresas?

O Sage X3 é uma grande ajuda para as empresas pois permite uma gestão financeira muito facilitada. Oferece precisão e visibilidade globais em tempo real, ao mesmo tempo que cumpre os requisitos locais – e isto permite controlar perfeitamente os resultados finais. É uma solução que favorece a automação de tarefas, bem como a colaboração entre departamentos e respetiva produtividade, permitindo simplificar e melhorar os fluxos de trabalho de orçamentos e contabilidade, gestão de ativos e relatórios financeiros.

Também o Sage Enterprise Intelligence, uma intuitiva solução de Business Intelligence intuitiva integrada X3, ajuda a reduzir o tempo gasto em análises e elaboração de relatórios e a tomar decisões mais rápidas e coerentes.

Permite a análise de dados de modo autosuficiente, eliminando a necessidade de utilizar ferramentas distintas e de possuir um conjunto de competências específicas, promovendo a redução do tempo até à tomada de decisão.


Como define o estado atual no que diz respeito à Cloud?

Para a Sage, o tecido empresarial português deve compreender que a cloud é o presente e o futuro. A pandemia veio acelerar muito a compreensão do seu valor, e consequente adoção, mas sentimos também que ainda há um longo caminho a percorrer. Há já vários anos que a nossa grande aposta é o modelo SaaS, que acreditamos ser o caminho indicado para cobrir as necessidades das empresas que atravessam processos de transformação digital. Muitas previsões indicam que a cloud vai continuar a ser uma aposta segura a médio e longo prazo, e são inúmeros os desenvolvimentos que começam a surgir e a ser implementados, como Platform-as-a-Service (PaaS), Infraestructure- as-a-Service (IaaS), serviços de cloud pública e privada, etc. Uma das grandes barreiras será mesmo a falta de expertise in-house para aplicar estas soluções adequadamente, e é por isso que na Sage pretendemos, mais do que nunca, transmitir o nosso conhecimento neste âmbito – e não apenas aos Parceiros e Clientes que nos acompanham, mas a todas as empresas nacionais.


Expetativas e objetivos de futuro para a aposta SaaS da Sage?

O nosso objetivo é continuar a ser a melhor empresa de SaaS do mercado – e a nossa liderança em Portugal é um indicador de que o estamos a conseguir. O SaaS é o futuro e queremos continuar a acompanhar o canal na sua transição – gradual, mas urgente – para esta realidade, que poderá garantir lucros mesmo perante cenários mais adversos. O objetivo da Sage é ser uma “Great SaaS Company” e isso significa ter todo o nosso portfólio em SaaS. Em Portugal essa transformação está a decorrer a um excelente ritmo: todo o portfólio de soluções Mid Market já disponível em SaaS; o mês passado lançámos o Sage XRT em SaaS; e contamos migrar já este ano 50% dos clientes para esta realidade.

Entrevista publicada originalmente em IT Insight