Opinião

“Programa Sage Digital Partners visa potenciar a transformação digital dos nossos Parceiros”

Isália Barata, Marketing Director da Sage Portugal, explica em que consiste o Programa Digital Partners, uma iniciativa que visa apoiar a estratégia de Marketing e o processo de digitalização dos seus Parceiros em Portugal. 

A Sage anunciou o lançamento do Sage Digital Partners, um novo programa dentro do seu Programa de Canal que “visa potenciar a transformação digital dos nossos Parceiros”, como explica Isália Barata, Marketing Director da Sage Portugal. Este programa nasce de uma necessidade”, uma vez que havia alguns entraves a que o processo ocorresse, nomeadamente a falta de recursos de marketing, bem como de know-how”.

Numa primeira fase, a Sage disponibilizou aos seus Parceiros a criação de um website a um preço acessível e com tempo de implementação muito curto. Este site pode ser totalmente gerido pela Sage, pode ser construído à imagem do Parceiro ou contar com uma loja online. É muito importante que os Parceiros invistam na sua presença online, é a sua montra. Já tínhamos feito uma experiência há alguns anos, mas que não resultou tão bem, pois agora percebemos que só a entrega do website não chega, é necessário haver uma atualização e criação de conteúdos constante e na altura os Parceiros não o conseguiram fazer”, explica Isália Barata.

A Marketing Director refere que este projeto é inovador por isso mesmo: somos nós que fazemos a atualização de conteúdos e campanhas de forma automática. A segunda fase consiste precisamente no apoio ao desenvolvimento de uma estratégia de presença online, nomeadamente nas diferentes redes sociais, através da criação de um plano de conteúdos adaptado à sua oferta e relevante para os seus objetivos e amplificação dos mesmos, com a implementação de eficazes campanhas digitais que potenciem o tráfego para o seu website e aumentem a visibilidade aos seus produtos e serviços. Sabemos que não basta ter um bom website ou loja online; sem uma estratégia para atrair tráfego e potenciais clientes para ele, dificilmente somos bem-sucedidos”.

Apoiar o crescimento do negócio

Um dos objetivos deste programa da Sage passa pelo crescimento dos negócios dos Parceiros. “O digital é uma realidade e desde há quatro anos que na Sage temos vindo a investir uma grande fatia do nosso budget de marketing no Digital, e temos tido também o retorno desse investimento, explica a Marketing Director da Sage Portugal.

Isália Barata acrescenta que o que nos faz sentido é passar esse conhecimento e experiência para o nosso Canal de Parceiros, que são a nossa extensão. O facto de eles contarem connosco para a implementação deste Programa, trar-lhes-á maior eficiência e foco no que realmente sabem fazer, que é gerir o seu negócio. Por outro lado, gera também uma importante consistência na utilização da marca Sage, com as campanhas alinhadas com as nossas, bem como o tom de voz e os conteúdos que nós próprios criamos”.

Neste programa Sage Digital Partners, a empresa conta com Parcerias com a Weasy e com a Live Content que, diz Isália Barata, são “determinantes para o sucesso deste projeto”. A Weasy é uma empresa especializada em e-commerce e na criação de websites que conhece a realidade e as dores dos Parceiros. Por outro lado, “a Live Content é uma agência de publicidade especializada em Marketing Digital e é a nossa agência nessa área há já alguns anos, sendo responsáveis pela gestão das nossas redes sociais e pela produção de conteúdos para o nosso blog”.

Programa extensível a todo o Canal

Isália Barata partilha que, numa primeira fase, o programa arrancou com 75 Parceiros com quem trabalhamos de forma mais próxima, que são na sua maioria exclusivos Sage e que manifestaram interesse, por iniciativa próprio, em evoluir nesta transformação”.

No entanto, refere, o programa será “extensível ao restante Canal de Parceiros a partir de outubro, uma vez que acreditamos que o digital será cada vez mais o caminho e que as sinergias que conseguimos proporcionar aos nossos Parceiros são uma mais-valia para o seu negócio”.

Entrevista publicada originalmente em IT Channel