Blog Sage

5 critérios que os Clientes procuram num contabilista

Pede regularmente aos seus Clientes que partilhem as suas opiniões sobre o que esperam de si e como avaliam a qualidade do seu trabalho? Até pode julgar que conhece o tipo de serviços que os seus clientes desejam e quais as suas expectativas em relação ao seu desempenho, mas pergunte-lhes diretamente e ficará surpreendido com algumas das respostas. 

Apresentamos cinco dos requisitos que as pequenas e médias empresas (PME) mais esperam de um contabilista:

1. Conhecer os seus Clientes

O tempo e a tecnologia avançaram, mas ainda há Clientes que aparecem com uma caixa de sapatos, cheia de faturas, recibos e declarações, uma vez por ano. Não seria bom mudar este hábito? Agendar reuniões mais regulares ou sugerir uma solução na cloud em que possa trabalhar com os seus Clientes em tempo real significa que pode prevenir este acumular de papelada, e o Cliente certamente apreciará ter alguém que preste atenção de forma regular à empresa.

Gerir uma pequena empresa pode dar muito trabalho e absorver muito tempo, por isso, porque não se dá ao trabalho de visitar o cliente nas instalações deste? O Cliente sentirá que está a receber um serviço melhor e isso ajudá-lo-á enquanto contabilista a conhecer o negócio melhor e a reter os seus Clientes.

2. Dar respostas rápidas

Esta é outra área em que os contabilistas podem aprender com os Clientes. As pequenas empresas são muitas vezes muito rápidas e ágeis a lidar com pedidos de informação. Uma queixa frequente entre empregadores é que os seus contabilistas demoram muito tempo a responder aos emails e a devolver telefonemas.

Independentemente da escala da empresa, os Clientes querem sentir-se valorizados e a comunicação atempada é importante para eles.

3. Ser proativo

Esqueça o velho adágio segundo o qual só se deve dar conselhos a quem os pede: dê-os de qualquer forma. O seu Cliente não ficará ofendido. A grande maioria ficará satisfeita por ver o contabilista ativamente interessado na empresa.

Reveja a posição financeira dos Clientes com regularidade e verifique se há alguma forma de os ajudar a desenvolver os seus negócios ou a fazer poupanças em áreas como os impostos e as despesas.

4. Melhorar as competências tecnológicas

As PME estão cada vez mais interessadas na tecnologia e esperam que o contabilista acompanhe essa tendência. Atualizar os seus conhecimentos digitais não só melhorará a eficiência do seu próprio negócio, mas permitir-lhe-á colaborar com Clientes ao mesmo nível.

Os Clientes veem-no como um especialista e deve-lhes esse investimento na atualização de competências. Inscrever-se em cursos breves perto de si ou online e frequentar webinars pode ajudar.

5. Oferecer mais serviços de valor acrescentado

Hoje em dia não chega a um contabilista oferecer serviços de contabilidade. Para muitos dos nossos Clientes, o contabilista não é apenas a pessoa que trata dos salários e dos impostos, é também o consultor, tutor e mentor.

Os donos de pequenas empresas não têm tempo para procurar conselheiros para diferentes áreas empresariais; geralmente pedem ao contabilista que os ajude em áreas como a legislação laboral e o marketing. Não precisa de ser um especialista em tudo, mas ser capaz de encaminhar as perguntas dos Clientes para fontes e órgãos reconhecidos pode ser uma enorme ajuda.

 

Keir Thomas-Bryant
Especialista da Sage nas áreas de Consultoria Financeira e de Investimento

 

Artigo publicado originalmente em Blog Sage Advice