Blog Sage

A importância de um ERP para o comércio digital

Abordamos as razões pelas quais os Partners devem recomendar aos seus clientes a adopção de uma ferramenta de ERP de forma a estes potenciarem as oportunidades do comércio online.

Qualquer negócio virtual precisa de uma solução ERP. Alcançar o êxito com uma loja online não é tarefa fácil. É necessária visibilidade, conquistar a confiança dos consumidores e esperar que voltem para fazer mais compras. Tudo isto será impossível se os seus clientes não tiverem a ajuda de um sistema de gestão adequado.

 

A harmonização ideal para os negócios

Quase todas as lojas online dispõem de um sistema de gestão integrado, ainda que possa ser algo rudimentar. Tradicionalmente, estas soluções são indicadas para um negócio pequeno, que lide com poucas ordens de compra numa base diária. Mas quando os negócios crescem, este tipo de solução pode revelar-se insuficiente.

Nesse caso, o Partner pode recomendar aos seus clientes que comecem desde logo com a integração de um sistema ERP. O controlo total sobre o negócio e a automatização de processos vão ajudar o seu cliente a poupar tempo e a melhorar a gestão, a capacidade de análise e, em simultâneo,  a reduzir custos e a melhorar a produtividade. Além disso, um bom sistema de ERP, permite supervisionar todo o stock no seu todo, bem como perceber quais são os produtos que estão a vender melhor ou pior. Graças a esta capacidade de análise, a solução ERP também permite agilizar a definição e atualização de preços de forma automática e sem esforço.

Neste sentido, o ERP pressupõe uma automatização de todo o processo de venda e uma poupança nos custos administrativos normalmente associados à abertura de uma loja online.

 

Vítimas do próprio êxito

Tal como referido no início deste artigo é no momento de crescimento ascendente que muitos modelos de e-commerce se revelam falíveis e acabam por ser vítimas do seu próprio êxito. Ou porque o modelo de gestão de stock é incapaz de dar resposta ao crescimento, ou porque não há controlo sobre os produtos, vendas e envios. Pequenos erros que, mais tarde ou mais cedo, acabam por se traduzir em consumidores insatisfeitos.

Por último, é importante que o Partner reforce a mensagem junto dos seus clientes que um ERP também é um instrumento fundamental para a fidelização. É através dele que os clientes vão poder gerir a situação financeira, os pedidos e encomendas, e perceber quais os motivos que levam a devoluções ou cancelamentos de compras.

 

A integração de um ERP poupa trabalho e reduz os erros

Independentemente da solução de ERP que o seu cliente escolher para o negócio, convém recordar-lhes que estas soluções devem-se complementar-se e ter uma relação simbiótica. Sabemos que inserir toda a informação do negócio num software é um trabalho hercúleo, mas esta é a forma mais eficaz de evitar as duplicações de informação habituais em negócios que não usam ERP.

Ou seja, automatizar o processo de compilação de informação também vai vai ajudar os clientes a reduzir o número de erros na gestão do negócio. Por exemplo: caso o seu cliente tenha um ERP integrado na loja online, sempre que for efetuada uma compra o stock é automaticamente atualizado. No mesmo sentido, é enviado um alerta sempre que o stock armazenado necessitar de ser reposto. Um cenário que também é válido para as faturas, que deixam de ser emitidas manualmente.

No mesmo sentido, podem falar aos vossos clientes das vantagens do ERP na gestão de encomendas. Com o aumento da eficiência, vão também diminuir as devoluções e os erros no envio. Tudo pequenos detalhes que podem ser facilmente contornados com a implementação de um ERP – a ferramenta ideal para aumentar a fluidez de serviço e consolidar os processos de crescimento com uma taxa de erros reduzida.

 

Ashley Hindsman é a especialista da Sage dedicada à gestão financeira, assim como ao desenvolvimentos de sistemas de pagamentos e processamento de salários.

 

Saiba mais sobre o Sage X3 aqui.