Blog Sage

Cinco mitos relacionados com a motivação dos colaboradores

Aproveite os dias festivos que se avizinham para refletir sobre as causas da desmotivação dos colaboradores e quais os fatores que aumentam realmente a sua produtividade

A Sage promoveu um estudo, baseado nas respostas de 3.500 colaboradores, que destaca os mitos mais conhecidos no que respeita à produtividade e à criação de um ambiente mais produtivo. Conheça as principais conclusões:

 

1. Os colaboradores procuram grandes momentos de diversão ou atividades em equipa:

Todas as empresas mais “descontraídas” podem ter esses momentos de lazer, mas apesar de 40% das empresas considerar importante os jogos no escritório (torneios de ping-pong, por exemplo) para os colaboradores, a realidade é que apenas 5% dos colaboradores valoriza esse tipo de atividades. De facto, segundo o estudo realizado pela Sage “Qual é a razão para os seus colaboradores não trabalharem?”, mais de metade dos inquiridos entendem-nas como uma mera distração.

 

2. Dizer “obrigado” é suficiente para demonstrar aos seus colaboradores que reconhece o seu trabalho:

Agradecer é um grande ponto de partida, dado que 66% dos colaboradores inquiridos desejam sentir-se valorizados e reconhecidos pela empresa. Com isto, pretendem sentir que a empresa valoriza a sua contribuição no trabalho. Dizer obrigado vai muito mais além de um agradecimento, já que se trata de um novo sistema baseado na recompensa e no reconhecimento. Como, por exemplo, enviar um e-mail aos colaboradores onde destaca o grande desempenho de todos durante um trimestre ou programando uma reunião de revisão mensal com a administração. É importante assegurar que a equipa se sente valorizada e que recebem um feedback regular.

 

3. Os horários de trabalho flexíveis e o trabalho remoto distraem os colaboradores e prejudicam a sua produtividade

Algumas empresas hesitam na hora de estabelecer horários flexíveis ou permitir trabalho remoto, mas a verdade é que 81% dos colaboradores afirma que este tipo de flexibilidade é essencial. Procuram trabalhar num ambiente que se torne melhor para eles, aumentando desse modo a sua produtividade.

Porque é que é que os colaboradores não podem trabalhar a partir das 07h00 da manhã e terminar mais cedo se são mais produtivos de manhã? Porque é que os pais devem perder os eventos da escola dos seus filhos, apenas para que possam “ser vistos” no escritório? A ideia é considerar a opção de oferecer uma maior liberdade aos colaboradores para que possam criar os seus próprios horários e trabalhar remotamente.

 

4. O bem-estar é o fator mais importante para os colaboradores

É provável que os colaboradores regressem de férias com o objetivo de melhorar o seu bem-estar, tanto a nível psicológico como físico. Para isso, a empresa deve estar preparada para apoiar estas iniciativas. 39% dos colaboradores inquiridos consideram que as equipas de recursos humanos poderiam fazer mais para melhorar o seu bem-estar no trabalho.

Podem oferecer-se benefícios como vouchers para o ginásio ou fruta, já que isto garante um certo apoio para a saúde mental e também demonstra que a empresa valoriza a saúde e o bem-estar dos seus colaboradores graças a esta cultura. No entanto, tudo isto se deve aplicar de forma contínua na empresa.

 

5. Motivar os colaboradores é uma prioridade durante todos os dias do ano

Existem várias organizações que fazem suposições para comunicar os objetivos dos recursos humanos em função da sua intuição pessoal. Porém, as equipas de recursos humanos deveriam utilizar dados e análises dos colaboradores para desenvolver indicadores mensuráveis. Em que momento é que existe maior rotação? Foram explorados todos os dados dos inquéritos para compreender o que afeta o compromisso e quando? Ter acesso a sugestões práticas pode marcar a diferença entre a compreensão dos mitos e a realidade.

 

Pode consultar ou fazer o download do relatório da Sage “Qual é a razão para os seus colaboradores não trabalharem?”, neste link.