Editorial

A estratégia da Sage para o novo ano fiscal

Demos início ao novo ano fiscal com uma grande aposta no digital e na transição para a Cloud, tendo já apresentado dois add-ons: Arquivo Digital Cloud e Conector e-Commerce Sage, que acompanham as circunstâncias trazidas pela pandemia e vêm facilitar o trabalho remoto e digital.

A Sage realizou este mês o seu evento anual Sage Partner Kickoff, que reuniu mais de 700 Parceiros de forma totalmente virtual, por forma a apresentar-lhes, em primeira mão, a estratégia para o novo ano fiscal. Ao longo deste encontro, a Sage reforçou o seu compromisso de continuar a apoiar as empresas portuguesas nos seus processos de transformação digital

Esse compromisso já havia sido demonstrado desde o início da pandemia, durante a qual a Sage e os Parceiros, ajudaram os seus Clientes a acelerar a digitalização. Estivemos sempre ao lado das empresas, apoiando-as na sua adaptação rápida às novas exigências do comércio online, às dificuldades de motivar uma força de trabalho à distância, ou aos desafios associados a uma gestão de tesouraria pautada pela incerteza. Tais mudanças também afetaram largamente os gabinetes de Contabilidade, um segmento que representa uma grande parte do Ecossistema de Clientes da Sage, que passaram a trabalhar com os seus Clientes de uma forma desmaterializada.

 

Apoiar os Clientes na transformação digital

Na fase pós-crise, a digitalização continuará a ser uma peça fundamental para a retoma económica, pelo que o investimento dos Clientes em ferramentas que permitam fazer crescer o negócio serão ainda mais necessárias. Isso aumentará a responsabilidade da Sage e dos seus Parceiros, na oferta de soluções que lhes permitam progredir nas suas jornadas de transformação digital. Conscientes de tal responsabilidade, a Sage simplificou o roadmap de produtos, disponibilizando novas releases a cada trimestre. Assim, ao antecipar este calendário, os Parceiros poderão planear o novo ano com maior previsibilidade, ganhando maior controlo sobre todas as versões disponíveis no mercado e promovendo a oferta de novos add-ons e funcionalidades, através de uma única entrega trimestral.

Por outro lado, ao nível das novidades de produtos, demos início ao novo ano fiscal com uma grande aposta no digital e na transição para a Cloud, tendo já apresentado dois add-ons: Arquivo Digital Cloud e Conector e-Commerce Sage, que acompanham as circunstâncias trazidas pela pandemia e vêm facilitar amplamente o trabalho remoto e digital. O primeiro, o Arquivo Digital Cloud, é uma nova funcionalidade do Sage for Accountants que permite partilhar e salvaguardar documentos e automatizar lançamentos contabilísticos, garantindo mais eficiência, produtividade e segurança, num momento em que o fluxo de trabalho dos contabilistas é cada vez mais digital e remoto. O segundo, o add-on e-Commerce do Sage 50cloud Loja, permite reforçar o potencial dos negócios com a disponibilização de lojas online em algumas das principais plataformas do mercado (PrestaShop, WooCommerce e Shopify). Os Clientes Sage dispõem agora de um serviço completo de gestão de loja, hosting e webdesign que lhes permite colocar o seu negócio online de forma simples, eficiente e proveitosa, num momento em que é mais necessário do que nunca que estejam sempre disponíveis e conectados.

 

Novidades de produto e alterações legais

As novidades de produto não se ficam por aqui. A Sage anunciou o desenvolvimento da solução Sage 50c alojada em Cloud, de forma a poder acompanhar a tendência do mercado: o trabalho remoto a partir de qualquer lugar, sem qualquer restrição. E também já foram lançados novos add-ons para o Sage for Accountants, e estão previstas novas funcionalidades para aplicações de salários, uma nova contabilidade não organizada com integração com efatura e download de recibos verdes e novos add-ons para a solução Sage 50cloud, ao nível dos preçários, reporting e TPA.

Neste novo ano fiscal, as novidades fiscais também não serão esquecidas. Já implementamos a integração de mais de 100 alterações normativas tendo em vista a criação de um SAF-T (PT) para a entrega da IES com qualidade e continuaremos atentos à antecipação dos principais drivers legais previstos para 2021, dos quais destacamos: O código QR, o ATCUD e o SAF-T (PT) encriptado para submeter a IES, estas medidas apesar de só serem obrigatórias em 2022, segundo o Orçamento do Estado para 2021 (OE2021), já aprovado, as pequenas e médias empresas que as adotem terão acesso a um benefício fiscal que majora os gastos para efeitos de IRC e IRS com a sua implementação; assim como será disponibilizada a faturação eletrónica (e-Invoicing) para a administração pública que se torna obrigatória a partir de 1 de junho de 2021, para as pequenas e médias empresas fornecedoras de organismos públicos.

Esperamos que o Sage Partner Kickoff tenha sido o ponto de partida para que a Sage e os seus Parceiros, continuem a desempenhar um papel ativo na digitalização do país e que encarem 2021 como um ano de esperança, face às adversidades que conquistámos juntos durante esta pandemia.

 

José Carvalho
Head of Product Management