Editorial

O balanço de um ano de sage.com

No ápice passou um ano e cá estou eu de novo a contar-vos como foi este primeiro ano de sage.com/pt-pt, quais as nossas maiores áreas de atuação e com que sinergias trabalhamos.

Quando migramos dissemos que “Toda esta transformação, bem como a aposta em conteúdos vai ajudar-nos a maximizar o potencial de cada interação com os clientes, aumentando a nossa taxa de conversão e é também, mais um passo na transformação da Sage numa empresa de SaaS cada vez mais inovadora.”

Para garantir que a promessa de termos um site com uma melhor experiência de utilização fosse cumprida, foi necessário trabalhar mais articuladamente com equipas globais das mais variadas áreas. A nível de reputação digital, demos um grande pulo, mas ainda nos sentíamos aquém do potencial que este novo site nos deu. Para desenvolver as potencialidades do mesmo, aliámos-mos a duas equipas que acabaram por ser o nosso motor para o trabalho durante este ano.

É função da equipa de SEO (Search Engine Optimization) ajudar a aumentar a quantidade e qualidade do tráfego ao site, através do melhoramento dos conteúdos e estratégias de inlink, potenciando o nosso aparecimento nos resultados dos mecanismos/motores de pesquisa orgânica, como é exemplo o google. Ao longo deste ano, fizemos update a mais de 30 páginas no site, que foram diretamente responsáveis pelo aumento da performance orgânica do mesmo. Adicionalmente ao trabalho que ia sendo feito no site, o blog acompanhou criando sinergias de umas páginas para outras através dos links em artigos.

Com a equipa de WCO (Web Conversion Optimization) estudámos e fizemos testes para perceber o comportamento dos visitantes do site, para que possamos ser mais eficazes na maneira como mostramos as coisas e nas ações que queremos que sejam feitas no site. Vários testes foram executados durante este ano, tanto a nível local como global, onde vamos poder ver as conclusões aplicadas nos próximos tempos.

Além do trabalho articulado com estas equipas, tivemos também acesso a uma serie de novas plataformas para trabalhar o site como é o caso do Funnelback (ferramenta que nos gere os resultados no campo de pesquisa interna no site, atualizada ao mês com novos termos) e Siteimprove (ferramenta que nos ajuda a detetar problemas técnicos, erros ortográficos e broken links. Todos estes fatores, se não detetados e corrigidos a tempo, podem afetar diretamente a performance do site). Estas duas ferramentas, acompanhadas por uma monotorização detalhada e um acompanhamento global conseguem-nos colocar num bom e coerente caminho no que toca à transformação digital da Sage.

Acompanhámos também alterações legais que tiveram impacto nos nossos produtos, através de páginas no site que explicavam as mesmas e onde fazíamos ofertas de formação. Mais do que vender software, é missão da Sage ter os seus clientes, parceiros e visitantes informados e com o conhecimento do lado deles e sentimos que estas páginas foram um grande motor para a construção de relações e reputação.

Todo este trabalho permitiu-nos chegar ao final de um ano de sage.com/pt-pt/ e poder dizer que, em comparação à nossa antiga propriedade digital temos:

  • +50% de tráfego geral
  • +22% de tráfego orgânico
  • +74% de formulários enviados
  • Aumentamos a nossa taxa de conversão em 9,65%
  • Aumentamos o tempo de permanência no site em 39%

Para que estes resultados fossem alcançados resta agradecer a vós que nos visitam e promovem, às equipas globais que nos apoiam e às equipas locais, incansáveis na validação e composição de novos conteúdos.

 

Boas férias!

 

Ana Luísa Raio
Web Content Manager, Digital
Sage