Notícias

A importância de um ERP para o comércio digital

Para alcançar o êxito com uma loja online é necessária visibilidade, conquistar a confiança dos clientes e esperar que, além de nos (re)conhecerem, voltem para fazer mais compras. Tudo isto será impossível se não tiverem a ajuda de um sistema de gestão adequado.

Quase todas as lojas online dispõem de um sistema de gestão integrado, ainda que possa ser algo rudimentar. Tradicionalmente, estas soluções são indicadas para um negócio pequeno, que lide com poucos pedidos numa base diária. Mantê-los a esta escala é um erro, já que o crescimento deve ser um objetivo prioritário e a situação pode tornar-se complicada de gerir.

O ideal é começar desde logo com a integração de um sistema ERP, que vai permitir o controlo total sobre o negócio e a automatização de processos, poupando tempo e melhorando a gestão, a capacidade de análise, ao mesmo tempo que se reduzem gastos e melhoram a produtividade.

Além disso, o ERP Sage 100cloud permite supervisionar todo o stock, bem como perceber quais são os produtos que estão a vender melhor ou pior. Graças a esta capacidade de análise, é possível também agilizar a definição e atualização de preços de forma automática e sem esforço.

 

Vítimas do próprio êxito

É no momento de crescimento ascendente que muitos modelos de e-commerce se revelam falíveis e acabam por ser vítimas do seu próprio êxito. Ou porque o modelo de gestão de stock é incapaz de dar resposta ao crescimento, ou porque não há controlo sobre os produtos, vendas e envios.

Por último, é importante ter consciência de que um ERP é fundamental para a fidelização de clientes. É através dele que vão poder gerir toda a vossa situação financeira, os pedidos e encomendas, e perceber quais os motivos que levam a devoluções ou cancelamentos de compras.

 

A integração de um ERP poupa trabalho e reduz os erros

Sabemos que inserir toda a informação do negócio num software é um trabalho hercúleo, mas esta é a forma mais eficaz de evitar as duplicações de informação habituais em negócios que não usam ERP.

Ou seja, automatizar o processo de compilação de informação também vai ajudar a reduzir o número de erros na gestão do negócio. Por exemplo: caso exista um ERP integrado na loja online, sempre que for efetuada uma compra o stock é automaticamente atualizado. No mesmo sentido, é enviado um alerta sempre que o stock armazenado necessitar de ser reposto. Um cenário que também é válido para as faturas, que deixam de ser emitidas manualmente.

No mesmo sentido, podemos falar de vantagens do ERP na gestão de encomendas. Com a diminuição de erros, vão também diminuir as devoluções ou os produtos devolvidos por erros no envio.

O ERP é a ferramenta ideal para aumentar a fluidez de serviço e consolidar os processos de crescimento com uma taxa de erros reduzida.

 

Artigo publicado originalmente em Jornal Económico.