Blog Sage

13 promessas de ano novo que não devem faltar na sua empresa

Saiba por que razão são tão importantes as promessas de ano novo na empresa e conheça as 13 resoluções que não podem faltar para 2020.

Fazer desporto, alimentar-se de forma equilibrada, perder os quilinhos a mais ou passar tempo em família são algumas das promessas de ano novo que mais se repetem, mas que importância têm estes desafios no âmbito empresarial?  E por que razão são tão importantes as promessas de ano novo na empresa?

Uma promessa é sinónimo de inspiração, motivação. A promessa empresarial é a resposta ao porquê da existência da organização, a sua razão de ser. Transmiti-la corretamente deve ser algo prioritário uma vez que se os trabalhadores e os clientes têm empatia por ela conseguir-se-á um alto grau de fidelização e compromisso. Temos que saber passar a mensagem de como a sua empresa pode mudar o mundo e melhorá-lo, esta será a chave.

Pensemos nas promessas empresariais principais de empresas tão conhecidas como:

 Walt Disney: a felicidade acima de tudo

— Nike: competir, vencer, exceder-se, just do it!

— Sony: Potenciar e aplicar a tecnologia em benefício das pessoas

— ING: Dar às pessoas o poder de gerir as suas próprias finanças num só clique

Estas empresas esboçam cada ano um plano de ação que os ajude a potenciar a sua promessa empresarial principal. E quais são as 13 promessas de ano novo que não podem faltar na sua empresa para 2020?

 

1. Feedback, o que não se mede não se pode melhorar

Talvez pareça um contra-senso começar um novo ano a olhar para trás, mas analisar o que fizemos ao longo dos últimos 12 meses e quais foram os resultados das nossas ações será a nossa melhor fonte de informação.

 

2. Coloque o foco nas estratégias falhadas

Não se trata de castigarmo-nos pelo erros, mas antes sermos autocríticos de forma construtiva, valorizar os erros e propor alternativas possíveis para que estes não se repitam. Se não gosta de alguma coisa mude-a, esta é a filosofia.

 

3. Coloque o contador a zero

É muito importante fechar bem o ano de 2019 para não arrastar tarefas do passado para o presente. Feche a contabilidade e reveja bem as suas finanças sanando as contas na medida do possível.

 

4. Dê o salto digital

«40% das empresas sem digitalizar cessarão a sua atividade num prazo de 4 anos». Assim, os processos de digitalização empresariais já deixaram de ser uma opção, sendo sim uma obrigação caso queira sobreviver aos mercados atuais.

 

5. Simplifique os processos

Este ponto está bastante relacionado com o anterior, as novas tecnologias estão aqui para nos ajudar.

  • Digitalize todos e cada um dos departamentos da sua organização
  • Crie canais de comunicação multidirecional
  • Utilize ferramentas e aplicações para simplificar os processos
  • Ganhe tempo
  • Poupe nos custos

 

6. Implemente estratégiasque priorizem a produtividade

A produtividade continua a ser um assunto pendente nas empresas do nosso país. Aplique políticas direcionadas para a maximizar:

  • Flexibilidade laboral/’teleworking
  • Conciliação familiar/empresarial
  • Incentivos de salário emocional
  • Formação contínua
  • Potencie a sua marca empregadora (Employer Branding)
  • Reduza a sua taxa de rotatividade laboral fidelizando as suas equipas

 

7. Dê o salto para novos mercados

Chegou a hora de sair da sua zona de conforto. Num mundo globalizado como o atual a concorrência pode vir de qualquer parte do planeta: e esta é uma das principais objeções para não o fazer. Porém, tal como a concorrência, os clientes também podem vir de qualquer parte do globo. Dar o salto pode ser sair do mercado local para expor-se no comunitário, do comunitário para o nacional ou do nacional para o internacional. Em que ponto está a sua empresa?

 

8. Captação de novos clientes, é mais importante que a manutenção dos atuais?

Cada vez que um cliente novo entra pela sua porta é porque saiu de outra e isto pode acontecer consigo se não criar políticas de fidelização com os seus clientes atuais. Nos últimos anos parece que as empresas só apostam pela nova captação oferecendo atrativas tarifas de produtos ou serviços desde que seja para aumentar a sua lista de clientes mas, o que é que acontece com aqueles que já eram clientes? Infelizmente costumam descuidá-los porque já foram captados anteriormente. É preciso ser-se precavido com esta atitude porque os seus clientes atuais são livres de sair pela porta da sua empresa e entrar noutra cheia de promessas e desejos.

 

9. Responsabilidade Social Empresarial

Responda às seguintes questões…

  • A sua empresa possui algum processo de sustentabilidade?
  • Receberam algum prémio ou foram a algum evento relacionado com esta causa?
  • Que medidas podem tomar para serem considerados uma empresa socialmente responsável?

 

10. Marketing Online & Offline. Caminham na mesma direção?

Há empresas que ainda concentram os seus esforços de publicidade no offline desprezando os benefícios que o mundo digital pode dar e pelo contrário há empresas que nasceram num ambiente online e não querem entrar num ambiente que não seja o seu. Também existe o que talvez seja o pior dos casos, que é aquele em que a estratégia de marketing online e offline caminham em diferentes direções. A consequência será o consumo de um elevado número de recursos para obter escassos resultados. No equilíbrio está a solução.

 

11. Realize uma mudança de look empresarial

Há quantos anos a sua empresa tem o mesmo logo? Uma das mudanças mais revolucionárias seria adaptar-se aos novos tempos. Se a sua empresa possui muitos anos de antiguidade é possível que a sua imagem empresarial tenha ficado obsoleta e as novas gerações o vejam como uma marca pouco atrativa. Não é necessário eliminar completamente o seu logo, apenas com umas mudanças de cor e design pode transformar-se num novo íman de massas. Tem coragem?

Um dado interessante: No que se refere ao design dos logos em 2018 triunfaram as tendências minimalistas, enquanto que no ano de 2019 mostraram-se mais tendências mais futuristas. 

 

12. O conteúdo é  mestre

Referimo-nos ao conteúdo de qualidade, aquele que é criado por profissionais dos Social Media e dos Content Marketing. Neste caso temos que aplicar o provérbio «cada macaco no seu galho», o facto de ter perfis em redes sociais e não os atualizar pode ser, inclusive, pior do que não estar na rede. Que imagem dá este desleixo da sua empresa? Reserve uma parte do seu orçamento anual para esta área. Consegue imaginar o que o marketing persuasivo pode fazer por si?

 

13. Crie um placard de visão e coloque-o de forma a ser visto por toda a empresa

Um placard de visão (ou moodboard) é uma fotomontagem que inclui imagens, frases, encontros, etc, relacionadas com todas as promessas de ano novo que queira alcançar. Pode ser feito quer a nível pessoal quer profissional. Crie um placard de visão e coloque-o de forma a ser visto por toda a sua equipa, torna-se num elemento bastante motivador num momento de relutância profissional.

E lembre-se que…

  • Um sonho deixará de o ser quando for planificado e for iniciada a ação
  • As promessas de ano novo são feitas para serem realizadas

 

Asavin Wattanajantra é o especialista global da Sage em questões que afectam as grandes empresas em todo o mundo. Dedica-se a temas como a indústria 4.0, a transformação digital e a inovação na cloud