Tendencias

Como usar o pensamento crítico para ser um líder de sucesso?

A revolução tecnológica em que estamos imersos faz-nos esquecer que as capacidades humanas estão acima das capacidades tecnológicas e que hoje, mais do que nunca, é necessário treinar o pensamento crítico para liderar.

As empresas precisam de criatividade na liderança e de pessoas com uma visão global, que tomem as decisões mais adequadas, sem preconceitos, na busca constante de inovar. A boa notícia é que a arte do pensamento crítico não é uma ciência oculta e pode ser treinada. Um líder que aprenda a tornar-se um pensador crítico terá a capacidade de potenciar a criatividade e incentivar a inovação, fazendo com que os seus estímulos positivos se tornem uma fonte natural de ideias para as suas equipes de trabalho e para a organização. Nesse sentido, este tipo de líderes entende, acima de tudo, a importância do talento humano, e não se concentra apenas nos recursos tecnológicos que tem à sua disposição.

 

O que é o pensamento crítico

Este conceito refere-se à capacidade que todos nós temos para analisar e avaliar o nosso próprio pensamento de modo a melhorá-lo. Para os especialistas, a chave está em ter a capacidade de auto-crítica suficiente para reestruturar a forma como pensamos em resultado dessa análise, afastando os preconceitos que inibem a capacidade de reflexão.

Todos nós tendemos a ver a realidade que nos rodeia sob o prisma das nossas próprias experiências, conhecimentos, bagagem cultural e emocional. Perante um dado problema tendemos a elaborar argumentos que justifiquem essa visão pré-determinada da realidade. O objetivo do pensamento crítico consiste em deixar de fazer julgamentos e juízos de valor com base em preconceitos e em evitar tomar decisões por motivos erróneos, ou sem ter todas as informações para o fazer.

 

Como praticá-lo?

Felizmente, o pensamento crítico é algo que podemos desenvolver e treinar. Um líder que pensa criticamente é aquele que:

  • Faz perguntas constantemente: é uma pessoa curiosa que procura saber o porquê e a razão por trás de cada ideia ou proposta. Ou seja, aquele que procura entender a fundo um problema, rodeando-se das pessoas certas que podem ajudá-lo.
  • Adota diferentes perspetivas: é um líder que aplica o pensamento crítico valoriza as múltiplas facetas de um problema e os diferentes pontos de vista das suas equipas de trabalho, que podem fornecer-lhe informações valiosas e diferenciadas.
  • É positivo e autoconfiante: os pensadores críticos são capazes de ver uma potencial oportunidade onde outros apenas veem problemas e razões para desânimo.
  • Tem resiliência: no mundo em que vivemos, as mudanças ocorrem de maneira vertiginosa, o que geralmente nos impede de ter informações sobre todas as variáveis ​​antes de tomar decisões. Esse tipo de líder é capaz de tomar decisões assertivas e se adaptar constantemente às novas tendências do mercado.