Parceiros / Testemunhos

Downinfor: “A Sage foi amor à primeira vista”

A bracarense Downinfor começou a trabalhar com a Sage há mais de uma década, com benefícios claros para a empresa e para os seus clientes. “A Sage é uma referência de mercado, o que nos deixa muito confortáveis na venda do produto”, esclarece Paulo Alves.

Paulo Alves, responsável pela Downinfor – parceiro certificado Sage em Braga e que esteve recentemente presente com a Sage no roadshow do Comércio Digital, promovido pela ACEPI, nesta cidade – tem uma longa experiência no mercado da informática. A empresa “resulta de uma sinergia que remonta a 1986 e que resulta do projeto Minerva, nascido nos polos das faculdades e onde foram desenvolvidos os primeiros programas para a área administrativa”.

O principal negócio da Downinfor é a prestação de serviços, desde o software até aos equipamentos – computadores, servidores, redes, equipamentos de POS, etc. As soluções Sage surgiram no portfolio da empresa há cerca de 11 anos, “em resultado da procura dos clientes por soluções na área do retalho de papelarias, com ligação à [distribuidora] VASP”. A solução encontrada foi precisamente a da Sage e, garante Paulo Alves, “foi amor a primeira vista!”

Desde então, a Downinfor alargou o leque de serviços prestados com a plataforma Sage e está presente em várias áreas de negócio e mercados verticais – comércio, serviços e indústria – com diversas soluções, entre as quais se destacam o Sage 50 cloud e o Sage 50 cloud Loja. Atualmente, a empresa tem cerca de 1200 clientes em diferentes áreas de negócio. Com sede em Braga, tem igualmente uma filial na cidade de Paredes, na área metropolitana do Porto.

 

Clientes querem um fato à medida

“A Sage é uma referência de mercado, o que nos deixa muito confortáveis na venda do produto”, esclarece Paulo Alves, que refere que as soluções Sage resultam numa “elevada satisfação dos clientes”. Uma das vantagens que Paulo Alves salienta é “a possibilidade de desenvolvimento à medida do cliente e/ou do mercado através da API da Sage”.

Por outro lado, “as aplicações Sage são muito intuitivas e fáceis de explicar aos clientes”, defende este responsável, que salienta ainda a grande estabilidade da plataforma bem como a mais valia do ecossistema da Sage, “que oferece diversos add-ons à medida do mercado e que abrangem quase todas as áreas de negócio”.

Em termos de desenvolvimentos futuros, Paulo Alves vê um mercado cada vez mais exigente e com clientes que procuram cada vez mais “um fato à medida” e onde a Sage terá certamente um papel importante a desempenhar, nomeadamente com a ligação a soluções como o Office 365 e armazenamento na cloud como é o caso da [Microsoft] OneDrive.

Paulo Alves esteve ligado à Sage desde o início da sua carreira, ainda que indiretamente: em 1986 fez o seu primeiro curso de informática numa empresa do grupo Infologia – o qual viria mais tarde a ser adquirido pela Sage. Em 1988 fundou a sua primeira empresa de informática e especializou-se em software para gabinetes contabilidade na área administrativa. O seu mais recente projeto chama-se Dados Século XXI e é uma empresa de consultoria na área do RGPD.

Saiba mais sobre a Downinfor aqui.