Parceiros

Leiridata: “Uma solução Sage não representa um custo, mas sim um investimento.”

A Leiridata é uma empresa fundada há mais de 30 anos e que aposta na Sage para fazer crescer o seu negócio e a sua base de clientes. O empenho nas soluções para o retalho patente pelo facto de ter estado presente com a Sage na “1.ª Sessão Comércio Digital” promovida pela ACEPI em Fevereiro, em Leiria.

A Leiridata é uma empresa cujas origens remontam a 1960 quando, pela primeira vez, foi instalada em Leiria uma agência Olivetti com oficinas de assistência. Desde então, o seu negócio foi sobretudo suportado pela venda e assistência de hardware e equipamentos de informática e de escritório que, ainda hoje, constituem uma parte muito significativa do seu negócio.

A ligação à Sage começou no final de 2010. Jorge Gaspar, responsável comercial Sage na Leiridata explica que “a filosofia da empresa, de assistência rápida, que tinha sido implementada devido às necessidades dos clientes com equipamentos de escritório, foi perfeita para implementar as soluções da Sage, nomeadamente no retalho”.

Jorge Gaspar explica que, também na área do retalho – aquela em que a Leiridata tem mais apostado com a Sage – a rápida capacidade de resposta é essencial, “sobretudo nos supermercados, em que a paragem de um POS pode significar a perda imediata de negócio”.

O empenho da empresa nas soluções para o retalho é, aliás, patente pelo facto de ter estado presente na “1.ª Sessão Comércio Digital” promovida pela ACEPI em Fevereiro, em Leiria. com a solução Sage 50cloud Loja.

 

“A Sage deu-nos maior estabilidade em termos do negócio”

A Leiridata trabalha com todo o portefólio de soluções Sage (à exceção do Sage X3) mas a mais popular, sobretudo tendo em conta o mercado do retalho, é o GesREST II e o Sage 50cloud. Em muitos dos nossos clientes”, explica, “começamos com uma solução simples e depois acabamos por propor e implementar os módulos de contabilidade e salários, proporcionando assim uma solução completa”.

Jorge Gaspar salienta também o facto de a Sage mostrar abertura ao feedback dos seus parceiros – a Leiridata tem assento num comité técnico que se reúne todos os meses e onde a Sage recebe input dos parceiros de forma a melhor adaptar os seus produtos ao mercado: “claro que sabemos que não é possível implementar tudo o que pedimos, mas sentimos que a Sage nos ouve e que, ao longo do tempo, tem efetivamente melhorado os produtos com base em algumas das nossas sugestões”.

Segundo Jorge Gaspar, o facto de a Leiridata ter começado a trabalhar com a Sage deu à empresa uma maior polivalência. “Temos mais pessoas a trabalhar e clientes que não teríamos apenas com base no nosso negócio de hardware”, explica. E acrescenta que “a Sage representa hoje 30 a 35% da nossa faturação (com 4 técnicos dedicados a full-time ao suporte das soluções) e isso deu-nos uma maior estabilidade em termos do negócio”.

 

“A solução Sage oferece um retorno mensurável”

E quanto a desafios? “Uma das coisas que temos feito ao longo dos anos”, diz Jorge Gaspar, “é explicar aos clientes – e potenciais clientes – que uma solução Sage não representa um custo, mas sim um investimento, uma vez que oferece um retorno mensurável.”

Outro dos desafios é alargar a base de clientes Sage, que hoje se encontra sobretudo no retalho, para outras áreas, nomeadamente a indústria e os serviços, que neste momento não representam mais do que 30% das soluções da marca.

Mas, como se costuma dizer, o caminho faz-se caminhando, e a Leiridata não tem pressa; tem, isso sim, a certeza de que “é preciso fazer um caminho seguro”, garante Jorge Gaspar. “Não vale a pena avançarmos para outras áreas sem termos capacidade para as oferecer com soluções que façam sentido. Por isso, é algo em que estamos a trabalhar e que iremos fazer ao ritmo que for necessário. Até porque, tal como nós fazemos com a Sage, também os nossos clientes nos pressionam a evoluir e a fazer melhor”.

 

Saiba mais sobre a Leiridata aqui.

 

Saiba como tornar-se Parceiro Sage https://www.sage.com/pt-pt/parceiros/tornar-me-parceiro/