Blog Sage

Responsabilidade ambiental: este é o momento para as empresas se comprometerem com a redução do plástico

Todos os anos, milhões de quilos de plástico são despejados no oceano, criando ilhas de lixo flutuante e envenenando aves e animais marinhos. As empresas devem explorar novas alternativas de embalagem, promover a reciclagem e abraçar o desafio da sustentabilidade.

A redução do plástico está na ordem do dia em todo o mundo. A edição recente da revista National Geographic, uma das mais vendidas de sempre da história da publicação, associada à campanha Planet or Plastic, deu um novo impulso para a reflexão sobre o tema e a busca de medidas que o combatam. Em Portugal, a taxação do uso de sacos de plástico mais comuns também ajudou à mudança (embora apenas parcial) nos hábitos dos cidadãos. Parte dos consumidores passou simplesmente a utilizar sacos de plástico com outras características, sem taxa de penalização. Mas a maioria aderiu a esta boa prática.

 

A situação nos países desenvolvidos

Hoje, no Reino Unido, onde apenas 1/3 dos materiais plásticos são reciclados, discute-se a proibição de sacos de plástico, palhinhas e outros pequenos artigos. Na Holanda foi anunciada a primeira pista de bicicletas contruída a partir de plástico reciclado. Já os Estados Unidos são responsáveis por 36% da produção mundial de plástico. Gigantes multinacionais do setor do petróleo investiram em 2017, em novas instalações de produção de plástico. Inúmeros especialistas alertam que o resultado desta medida será um aumento de 40% na produção global deste tipo de matéria-prima. Nos países em desenvolvimento, sem infraestruturas nem capacidade de reciclagem, a maioria dos plásticos consumidos acaba despejada no oceano. Neste panorama, cabe também às empresas assumirem responsabilidades ambientais, alterando as suas práticas quotidianas.

 

Empresas envolvidas na mudança

Na Europa, IKEA e Unilever são algumas das empresas a liderarem a mudança de paradigma, estabelecendo metas para a redução de gasto de água, energia, consumo de químicos e uso de plástico. Os motivos não são apenas altruístas, pois esta redução traduz-se numa poupança de custos substancial. A atitude dos consumidores também está a mudar, com uma maior exigência de produtos amigos do ambiente. As empresas que respondem a esta nova exigência crescem, enquanto que as que a ignoram se encaminham para a estagnação.

É necessário que as empresas ao nível global explorem alternativas de embalagem, promovam a reciclagem e abracem o desafio da sustentabilidade.

 

Aceitar o desafio: Inovar no caminho da sustentabilidade

As empresas que desejam encetar um caminho de mudança, na direção de um maior respeito pelo ambiente, devem contar com uma solução de ERP que lhes permita analisar a sua performance. As soluções Sage ERP permitem ter uma visão completa dos vários processos, explorando alternativas para uma maior eficiência e responsabilidade ambiental.
Pode saber mais sobre a política ambiental do grupo Sage aqui.

 

Em conclusão

Governos e consumidores estão empenhados na mudança, demonstrando que é tempo de os negócios se envolverem na redução da utilização do plástico. É tempo de nos empenharmos na salvaguarda do meio ambiente e do futuro de todos nós.