Tendencias

5 passos para tornar a sua empresa relevante no LinkedIn

As redes sociais são um ponto de encontro que os profissionais e as empresas podem aproveitar para gerar relacionamentos. Uma das mais importantes é o LinkedIn, que conta com mais de 450 milhões de utilizadores. Saiba o que a sua empresa precisa fazer para ser mais relevante no LinkedIn em cinco etapas.

O social selling é um conceito de marketing on-line que visa tornar as empresas relevante nas redes sociais. O LinkedIn é o canal ideal para para ganhar visibilidade, gerar interações com os clientes reais e potenciais da sua empresa e atraír candidatos com talento. É uma missão para a qual cada pessoa pode contribuir, não é exclusiva para as contas corporativas. Para uma empresa ser relevante no LinkedIn, é necessário seguir um processo que resumimos em cinco passos.

  1. Crie um perfil de empresa atrativo

O primeiro passo para ser relevante no LinkedIn é obviamente o de criar um perfil de empresa interessante e mobilizador. É importante não descurar este ponto, que pode parecer muito simples, mas no qual muitas empresas falham. Devemos evitar o uso de um perfil pessoal para o negócio, uma vez que cria uma imagem pouco profissional e é contrária às normas “não-escritas” desta rede social.

Também é recomendável incluir informação completa sobre os negócios e os principais projetos realizados (casos de êxito) e escolher boas imagens adaptadas às peculiaridades desta rede social (tamanho, resolução, etc.), de modo a causar uma boa impressão.

  1. Convença as pessoas serem utilizadores ativos

Criar um perfil da empresa não é suficiente para ganhar relevância no LinkedIn. É necessário contar com a colaboração das pessoas que trabalham no negócio para lhe dar mais visibilidade e credibilidade. O objetivo é fazer com que os utilizadores encarem a empresa como uma verdadeira comunidade de pessoas empenhada e dedicada.

A este respeito, é importante ajudar os trabalhadores a anexar a conta da empresa ao seu próprio LinkedIn, incentivá-los a atualizar o seu perfil e convencê-los dos benefícios da interação na rede social (criando posts com regularidade, mantendo vivos os contactos e as recomendações). Sem forçá-los obviamente a fazer algo com o qual não se sintam cómodos, para que a interação não pareça artificial.

  1. Publique conteúdos de qualidade regularmemte

O LinkedIn é a plataforma ideal para as empresas promoverem os seus conteúdos, gerar interações com os utilizadores (na forma de comentários, opiniões, recomendações, etc.) e convidar contatos relevantes (caso dos influenciadores de opinião) a partilhá-lo com outros profissionais.

Produzir conteúdo próprio de qualidade é uma maneira de mostrar aos clientes as potencialidades do negócio. Por exemplo, através da divulgação de experiências com clientes, boas práticas. entrevistas, e-books, infográficos, vídeos e outros conteúdos específicos que captem a atenção do utilizador e posicionem melhor a sua marca. É também uma forma de divulgar ofertas de emprego e seduzir os melhores candidatos.

  1. Interaja e recolha feedback dos utilizadores

Além de publicar e divulgar conteúdos (próprios ou de fontes externas) de qualidade o Linkedin ofere a possibilidade de criar grupos, que permitem gerar poderosas comunidades em torno de um tema profissional específico.

Uma empresa que quer se destacar no LinkedIn pode aproveitar o potencial desses grupos para reunir os melhores profissionais  da sua área de atividade (caso de colaboradores, clientes e fornecedores), com o objetivo de desenvolver um ponto de encontro para discutir assuntos, partilhar experiências e publicar notícias de interesse.

  1. Analise os dados e teste novos conteúdos

Relevância nas redes sociais é uma questão que se ganha todos os dias com muito esforço, dedicação, talento e persistência. Como em qualquer outra rede social, o LinkedIn funciona melhor para quem está no topo das pesquisas dos motores de busca. E isso implica analisar o que funciona e o que não funciona e por quê.

Claro que oferecer algo mais do o que os outros não oferecem é sempre positivo. Mas não esqueça que, mais cedo ou mais tarde, as boas ideias acabem por ser copiadas pela concorrência. O mais importante é analisar o perfil e os hábitos de utilização de quem o visita, estar atento às tendências e testar constantemente novos conteúdos e funcionalidades. Só assim gerará a atenção de perfis-chave que terão um efeito multiplicador para o sucesso no LinkedIn.